Demo

A refrescância e o poder afrodisíaco da melancia

Escrito por 
Melancia Melancia Livre Divulgação

por Solange Ventura

O verão está chegando e na estação mais calorosa do ano alguns cuidados essenciais são importantes, entre eles com a alimentação. Uma das alternativas perfeitas para manter o organismo hidratado é o consumo da melancia, fruta originária da África ideal para ser consumida em dias quentes que além de refrescar traz muitos benefícios para a saúde.

A melancia é extremamente rica em água, em torno de 90% do corpo da fruta é composto pela substancia, mas também possui nutrientes importantes como carboidratos, sais minerais, ferro, cálcio, fósforo e vitaminas do complexo A, B e C. Especialistas comprovam que a melancia é um alimento que possui poderosos agentes antioxidantes que são muito eficazes na prevenção de doenças malignas, entre elas o câncer na próstata.

Há estudos que comprovam que a melancia é afrodisíaca. Pesquisadores do Centro de Aprimoramento de Frutas e Vegetais da Universidade A&M do Texas (Estados Unidos), descobriram recentemente que a fruta é rica em citrulina, reconhecido como vasodilatador. A substância é convertida em arginina, precursora na formação do óxido nítrico no interior dos vasos sanguíneos, levando à vasodilatação e ao relaxamento vascular, aumentando o fluxo sanguíneo (não á toa, ele é dos componentes do Viagra).

Vale ressaltar que esses efeitos libidinosos do consumo podem não ser notados por todas as pessoas. Não podemos afirmar que toda a citrulina será convertida em arginina, nem que toda arginina será usada pelo organismo na produção de óxido nítrico, pois o metabolismo varia de indivíduo para indivíduo. Outro ponto a ser esclarecido é que a citrulina concentra-se principalmente na casca e nas sementes da melancia. Por isso, é necessário o aproveitamento de toda a fruta para obter os benefícios da citrulina.

A melancia é uma fruta de baixo teor calórico, sendo que cada 200 gramas (uma fatia média) apresenta em média, apenas 65 calorias. Em contrapartida, a melancia possui alto índice glicêmico (açúcar), ou seja, é um alimento que libera muita glicose no sangue quando ingerido. Desta maneira, sobrecarrega o pâncreas para produzir grande quantidade de insulina a ser disponibilizada no sangue, portanto portadores de diabetes devem consultar um médico ou uma nutricionista para obter informações necessárias para consumir a fruta com segurança.